Responsável pela mudança digital do El País participa do 4º Simpósio de Ciberjornalismo

gumersindo-lafuente-p

Jornalista Gumersindo Lafuente, ex-diretor de tecnologia do jornal El País

O jornalista que promoveu as principais mudanças digitais do jornal El País, um dos principais jornais de referência na Europa, Gumersindo Lafuente fará, com o professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e coordenador do Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online (GJOL), Marcos Palácios a conferência de abertura do 4° Simpósio de Ciberjornalismo que acontece em Campo Grande, na UFMS, entre os dias 28 e 30 de agosto. As conferências de Gumersindo Lafuente e Marcos Palácios acontecem no dia 28 de agosto.

Gumersindo Lafuente é jornalista e até setembro do ano passado, e nos últimos três anos foi responsável pelas mudanças digitais no jornal El País,  uma transformação total de tecnologia, design e organização da escrita que fez a referência global do diário líder em castelhano na Internet. Entre 2007 e 2009 fundou e dirigiu soitu.es, meio digital que combinou o melhor do jornalismo tradicional, com as oportunidades oferecidas pelos jornalistas de tecnologia de Internet e usuários. Soitu foi publicado até o final de 2009, no início da crise econômica, é o único periódico espanhol que tem dois prêmios da Online News Association (ONA), da organização de maior prestígio novo jornalismo em todo o mundo, e  está na coleção permanente do Newseum, em Washington. Entre 2000 e 2006 dirigiu elmundo.es, que nessa fase foi colocado como o líder dos cibermeios em espanhol na Espanha e no mundo.

Lafuente é professor da Fundação Novo Jornalismo (FNPI), presidida por Gabriel García Márquez e membro da Rede Ibero-americana de  Jornalismo Cultural. Também faz parte do conselho editorial da revista Journal of Journalists, a Associação de Imprensa de Madrid. Suas experiências profissionais estão no papel. Nove anos no extinto jornal Ya (1977/1986), nove no El País, como chefe de seção domingo suplemento e El País Semanal (1986/1995) e um pouco mais no mundo (1995/2000) pelos jornais e revistas se tornará um conhecedor das duas indústrias, os espaços tradicionais, mortalmente ferido e digital cada vez mais preocupados e está mudando radicalmente o jornalismo. Ele deu inúmeras palestras e workshops em universidades espanholas e da América Latina, bem como em seminários organizados pela Associação Mundial de Jornais (WAN) e várias conferências internacionais de jornalismo em Espanha, França, Venezuela, Argentina, Chile, Peru, Costa Rica , Brasil, México, El Salvador e Colômbia. Em 2009 foi líder acadêmico em campus Queretaro, do Instituto Tecnológico de Monterrey (México). Seu trabalho como diretor de elmundo.es foi premiado em 2002 pelo Clube de Imprensa Internacional, e em 2008 foi agraciado com o José Manuel Porquet, o mais prestigiado na Espanha concedidos na área de novas mídias.
Alguns de seus recentes artigos refletindo sobre essas questões podem ser lidas em seu blog e no Huffington Post: The Future of Journalism. Como chegamos aqui?, As novas redações e jornalismo do futuro, A idade da interconexão (El País), Internet velho, novo jornalismo (El País).

Confira uma entrevista recente com Gumersindo Lafuente: http://www.jotdown.es/2012/09/gumersindo-lafuente-por-primera-vez-en-la-historia-las-audiencias-controlan-a-los-periodistas/

Author: Martins

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *