Sobre


O Grupo de Pesquisa em Ciberjornalismo (Ciberjor-UFMS) iniciou suas atividades em junho de 2008 com a realização do 1° Seminário de Ciberjornalismo de Mato Grosso do Sul, tema “Desenvolvimento das pesquisas de Ciberjornalismo no Brasil”, com a participação do Dr. Marcos Palácios, coordenador e fundador do Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online da UFBA (GJOL-UFBA).

A partir deste evento o Ciberjor reuniu pesquisadores das principais IES de Campo Grande (MS), como Universidade Católica Dom Bosco – UCDB, Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal – Uniderp/Anhanguera e Faculdade Estácio de Sá.

O Ciberjor, em suas atividades, adotou a mesma metodologia de trabalho do GJOL/UFBA, com reuniões mensais para discutir temas programados na agenda, sejam resultadas dos projetos de pesquisa, revisões bibliográficas efetuadas por um dos membros do Grupo. Além dessas atividades, o Ciberjor realizou, em 2010, o 2° Seminário de Ciberjornalismo com o apoio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT), do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. Esta 2ª iniciativa teve ainda a presença, como conferencista, do jornalista, professor e pesquisador em Jornalismo Online da Universidade do Texas – EUA, Rosental Calmon Alves e também do professor da UFSC e coordenador do Laboratório de Pesquisa Aplicada em Jornalismo Digital, Elias Machado.

Nesse evento, a programação foi desenvolvida na metodologia de eventos científicos com apresentação de Grupos de Trabalho e discussão de pesquisas focadas na “Convergência das redações na era de internet”, inicialmente em Graduação e Pós-Graduação. No final de 2010, com a transferência de membros do Ciberjor para outras instituições do país, o trabalho ganhou contornos interinstitucionais, além de Mato Grosso do Sul, com a participação de pesquisadores da UFMA e da UFMT. Para garantir a efetiva participação de todos desses membros, o Ciberjor-UFMS promoveu reuniões mensais, presenciais e por meio de videoconferência.

De 16 a 18 de agosto de 2011 foi realizado o 3° Seminário de Ciberjornalismo, que debateu os reflexos das novas mídias sobre a atividade jornalística, visando a modificação da relação dos navegantes da Internet com as redes sociais. A programação contou com palestras de Luciana Mielniczuk (UFRGS), Raquel Recuero (UCPEL), Fernando Firmino (UEPB), e Adriana Amaral (Unisinos). Pesquisadores internacionais também tiveram presentes, os espanhóis Angel Rodriguez Bravo e Norminanda Montoya, ambos professores e pesquisadores da Universidade Autónoma de Barcelona. O encerramento contou com uma videoconferência com o jornalista espanhol, especialista em internet, Mário Tascon.

De 28 a 30 de agosto de 2013 o CIBERJOR-UFMS realizou o 4º Simpósio de Ciberjornalismo, com sete Grupos de Trabalho, as conferências e mesas de debates no período da noite reuniu um público estimado em 280 pessoas com palestras de pesquisadores de referência do Brasil e da Espanha. Importante ressalvar ainda que, durante o 4º Simpósio de Ciberjornalismo, foi realizado o 1º Seminário Intergrupos de Pesquisa em Ciberjornalismo onde se reuniram pesquisadores-líderes de Grupos de Pesquisa da UFBA, UFSC, UFMS, UFOP, UFT, UnB, UFRGS, UFPE e ESPM.

Em 2014, de 27 a 29 de agosto o CIBERJOR/UFMS realizou o 5º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo em que reuniu pesquisadores do Brasil, Portugal e do Chile para debater o tema central do evento Big Data, Interfaces e Sociedade Digital. O Simpósio recebeu mais de 70 trabalhos inscritos de pesquisadores de todo país. Conforme programação publicada na página do evento na internet, no endereço www.ciberjor.ufms.br/ciberjor5, o 5º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo teve a participação de vários pesquisadores de referência nacional e internacional, tais como o professor e pesquisador da Universidade da Beira Interior, Portugal, João Canavilhas, uma das principais referências no estudo do ciberjornalismo em todo mundo, autor da proposta inovadora para a narrativa em cibermeios da “pirâmide deitada”; ainda a professora e pesquisadora da Universidade de Santiago do Chile, Claudia Mellado e os pesquisadores brasileiros, também de referência nos estudos do ciberjornalismo Eduardo Pellanda (PUC-RS), Walter Teixeira Lima (Universidade Metodista de São Paulo – Umesp), Denis Porto Renó (Unesp-Bauru), Thaïs Mendonça Jorge (UnB), Rogério Christofoletti (UFSC), Josenildo Guerra (UFS), Victor Gentilli (UFES), Fernando Paulino (UnB), Danilo Rothberg (Unesp-Bauru) e Edgar Rebouças (UFES). Importante destacar a realização do 2º Seminário Intergrupos de Pesquisa, na programação do 5º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo, evento que tem como objetivo promover a integração de pesquisadores líderes e proporcionar oportunidades de projetos inovadores conjuntos entre os grupos de pesquisa no Brasil. Em 2014, o 2º Seminário Intergrupos de Pesquisa teve como objetivo reunir pesquisadores que trabalham com projetos sobre Crítica de Mídia e coordenam grupos de pesquisa, laboratórios que têm como foco o chamado “media cristicism”. Entre os destaques do 5º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo é preciso citar a proposta do pesquisador de Portugal, João Canavilhas para a criação da Rede Internacional de Pesquisadores em Ciberjornalismo que reunirá, inicialmente, os coordenadores dos principais eventos de ciberjornalismo em todo mundo, ou seja, o Simpósio de Jornalismo Online dos Estados Unidos, na Universidade do Texas, coordenador pelo professor Rosental Calmon Alves; o Congresso Internacional de Ciberjornalismo de Portugal, na Universidade do Porto, coordenado pelo professor Fernando Zamith; o Congresso Internacional de Ciberjornalismo e Web 2.0 da Espanha, na Universidade do País Vasco, coordenado pelo professor Koldo Meso; o Fórum de Ciberjornalismo na Argentina, na Universidade Nacional de Rosário, coordenado pelo professor Fernando Irigaray; o Congresso de Jornalismo em Dispositivos Móveis de Portugal, na Universidade da Beira Interior, coordenado pelo professor João Canavilhas e o Simpósio Internacional de Ciberjornalismo do Brasil, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, coordenado pelo professor Gerson Luiz Martins.

INSCRIÇÕES

Tópicos recentes

Comentários

Arquivos

Categorias




Apoio
Parceiros
Realização
Promoção