Especialista fala sobre o local e o global no Ciberjornalismo

Leão Serva

Leão Serva

Leão Serva, colunista da Folha de São Paulo, antecipou reflexões que serão abordadas no encerramento de Congresso Internacional, em Campo Grande

Ministrada pelo professor e pesquisador da Universidade de Nova Jersey (EUA), John Pavlik, a conferência de encerramento do 7º Congresso Internacional de Ciberjornalismo, contará com a participação do jornalista da Folha de S.Paulo, Leão Serva, especialista em ciberjornalismo.

Antecipando o tema, que será debatido no dia 7/10, Serva conversou com a equipe de organização do 7º CiberJor e adiantou algumas reflexões sobre “O local e a globalização em Ciberjornalismo”. Confira os principais trechos:

Em um espaço tão globalizado quanto é a Internet, tratar o local é o grande paradoxo da mídia contemporânea, para Leão Serva. O jornalista destaca o crescimento da internet e das diversas novas mídias que usam a rede como infraestrutura, o que decorreu na demolição das bases das velhas mídias, inclusive dos jornalismos impressos locais. “Ao mesmo tempo, a vocação da internet, que dá escala aos veículos que a exploram, é global”, comparou.

“Enquanto a academia estuda o impacto de novas tecnologias, o usuário já encontra os caminhos para atender suas demandas. Assim, o usuário interessado em informações locais, as encontra dentro do universo da mídia por mecanismos de busca, os aparatos tecnológicos encontram o cliente geolocalizado e veículos locais usam as redes sociais para encontrar os usuários e vice-versa”, explicou.

Avenida Paulista e a Índia

O especialista alertou que a globalização nos leva a confundir questões longínquas com questões locais, gerando certa confusão entre os planos e as distâncias. Ele cita como exemplo o debate sobre cultura do estupro. “Uns tantos casos momentosos coincidiram em pontos diferentes do mundo; imediatamente pipocaram nos locais protestos contra os casos locais, mas, também, manifestações pela rede que eliminaram a dimensão local, universalizando a questão. Na rua de SP, protestamos contra uma agressão ocorrida na avenida Paulista; na internet, protestamos contra os casos da Paulista e da Índia… Isso é bom e ruim”.

Essa relativização é necessária, como lembra Serva, porque um dos procedimentos clássicos do jornalismo sensacionalista é o de impactar um leitor local com uma notícia distante que despertaria interesse nele se fosse na comunidade em que vive. Um procedimento “sensacionalista e antiético” que pulula na Internet, diz. “Embalar e titular sem definir onde, confundindo o leitor e dando a ele a sensação (medo) como se fosse em sua casa”, explica o jornalista.

Sobre os impactos da “appificação” na relação das pessoas com o local/global, Serva lembra que, para terem escala, os recursos frequentemente procuram consumidores de áreas mais amplas, rompendo o conceito de local. Mas, a tecnologia logo restabelece essa capacidade de localização e reconstitui os vínculos locais, sem prejuízos a relacionamentos estabelecidos de forma globalizada.

Leão Serva – É jornalista e escritor. Foi secretário de Redação da Folha e dirigiu importantes jornais como “Diário de S.Paulo”, “Jornal da Tarde” e “Lance” e revistas como a “Placar”. Na Prefeitura de São Paulo, trabalhou na implementação da Lei Cidade Limpa, que baniu a publicidade externa e reduziu placas indicativas do comércio na cidade. É autor do guia “Como Viver em São Paulo sem Carro?”. Assina coluna quinzenal no caderno Cotidiano da Folha, às segundas-feiras.

Conferência

A conferência de encerramento será realizada no dia 7/10, às 19h, no Auditório do Bloco Multiuso – UFMS, e contará ainda com a participação do professor Dr. Gorka Orueta, da Universidade do País Basco – Espanha.

Por Kárita Sena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'; if( !empty($zerif_address_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_address) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } /* COMPANY EMAIL */ if( !empty($zerif_email_icon) || !empty($zerif_email) ) { echo '
'; if( !empty($zerif_email_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_email) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } /* COMPANY PHONE NUMBER */ if( !empty($zerif_phone_icon) || !empty($zerif_phone) ) { echo '
'; if( !empty($zerif_phone_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_phone) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } } // open link in a new tab when checkbox "accessibility" is not ticked $attribut_new_tab = (isset($zerif_accessibility) && ($zerif_accessibility != 1) ? ' target="_blank"' : '' ); if( !empty($zerif_socials_facebook) || !empty($zerif_socials_twitter) || !empty($zerif_socials_linkedin) || !empty($zerif_socials_behance) || !empty($zerif_socials_dribbble) || !empty($zerif_copyright) || !empty($zerif_socials_instagram) ): echo ''; endif; ?>