Oficina sobre “Como elaborar projetos de pesquisa em Ciberjornalismo” reúne acadêmicos no primeiro dia de atividades do 7°Ciberjor

Professora Thaisa Bueno ministra oficina "Como elaborar projetos de pesquisa em ciberjornalismo"

Professora Thaisa Bueno ministra oficina “Como elaborar projetos de pesquisa em Ciberjornalismo”

As primeiras atividades do 7º Congresso Internacional de Ciberjornalismo foram realizadas na manhã desta quarta-feira, 5. A oficina “Como elaborar projetos de pesquisa em Ciberjornalismo”, ministrada pela Profa. Dra. Thaisa Bueno, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), reuniu pesquisadores que puderam compartilhar e discutir seus projetos de pesquisas.

Para a jornalista maranhense Luciana Motta, que está no Mato Grosso do Sul há pouco mais de uma semana, participar da oficina é uma oportunidade de reflexão, organização das ideias para a construção do projeto, que pretende apresentar em seleção de Programas de Mestrados. Motta afirma que após ficar um tempo longe da academia, a oficina irá contribuir para sua pesquisa. “Como tenho interesse em fazer mestrado, e também considero o Ciberjornalismo uma área muito interessante e importante, a oficina vai me dar as ferramentas necessárias para que eu possa me preparar melhor para a seleção”.

Durante a oficina, a ministrante Thaisa Bueno apresentou um passo a passo de como pensar e elaborar um projeto de pesquisa, desde as perspectivas metodológicas, interesses de pesquisas até aspectos regionais que influenciam na escolha de temas a serem estudados. Thaisa Bueno avalia que o nível das discussões foi alto, o que proporcionou um debate rico entre os participantes. “A troca proporcionada pela oficina é muito importante, pois o percurso da pesquisa é muito solitário, muitas vezes o diálogo acontece somente entre pesquisador e orientador. Por isso, esses momentos são raros, mas são muito criativos e podem proporcionar o surgimento de diversas ideias ao longo das conversas com os outros pesquisadores”. Ela salienta ainda que são nesses momentos de troca que muitas vezes os acadêmicos percebem as lacunas de seus projetos.

A mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Liana Feitosa, ressalta também a importância do tema da oficina para as pesquisas desenvolvidas em Ciberjornalismo. “A internet é altamente flexível e tem sofrido diversas modificações e interferências ao longo dos anos, desde seu surgimento. Acompanhar tendências e caminhar no ritmo dessas mudanças é fundamental para desenvolver pesquisas de credibilidade e que realmente contribuam com a ciência”.

Por Lynara Ojeda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'; if( !empty($zerif_address_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_address) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } /* COMPANY EMAIL */ if( !empty($zerif_email_icon) || !empty($zerif_email) ) { echo '
'; if( !empty($zerif_email_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_email) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } /* COMPANY PHONE NUMBER */ if( !empty($zerif_phone_icon) || !empty($zerif_phone) ) { echo '
'; if( !empty($zerif_phone_icon) ) { echo '
'; echo ''; echo '
'; } if( !empty($zerif_phone) ) { echo ''; } else if( is_customize_preview() ) { echo ''; } echo '
'; } } // open link in a new tab when checkbox "accessibility" is not ticked $attribut_new_tab = (isset($zerif_accessibility) && ($zerif_accessibility != 1) ? ' target="_blank"' : '' ); if( !empty($zerif_socials_facebook) || !empty($zerif_socials_twitter) || !empty($zerif_socials_linkedin) || !empty($zerif_socials_behance) || !empty($zerif_socials_dribbble) || !empty($zerif_copyright) || !empty($zerif_socials_instagram) ): echo ''; endif; ?>