1º Simpósio de Ciberjornalismo

Convite-Ciberjornalismo

O Grupo de Pesquisa em Ciberjornalismo da UFMS(CIBERJOR) realizou no dia 20 de junho de 2008 Seminário para inaugurar as atividades do Grupo. O Seminário teve a participação de pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de jornalismo de Mato Grosso do Sul.

A palestra do Seminário foi realizada pelo coordenador do Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online da Universidade Federal da Bahia(GJOL/UFBA), professor Dr. Marcos Palacios, que falou sobre o “alargamento do jornalismo” a partir do advento internet. Palacios destacou que o ciberjornalismo não possui as limitações dos outros suportes midiáticos, como por exemplo televisão que tem o limite do tempo ou jornal impresso que tem o limite do espaço. Salientou ainda que o texto curto e rápido no ciberjornalismo é um mito implantado pelas empresas jornalísticas que não corresponde a realidade do meio.

Segundo Marcos Palacios, três aspectos marcam o desenvolvimento do ciberjornalismo, como a convergência das mídias e a tendência da integração das redações em todo mundo, a memória como elemento chave para o ciberjornalismo, pois as informações estão sempre e a qualquer momento disponíveis para o leitor e a interatividade que proporciona uma nova forma do fazer jornalístico, seja por demanda, seja pela participação da sociedade na produção da notícia.

O Grupo de Pesquisa em Ciberjornalismo da UFMS (CIBERJOR/UFMS) possui 12 pesquisadores entre professores e estudantes de jornalismo, sendo da UFMS Davi Trigueiro, Gerson Luiz Martins, Éser Cáceres, Márcio Licerre e Taís Tessaroli; da UCDB, Inara Silva; da Uniderp, Thaísa Bueno; da Estácio de Sá, Lucas Reino; e os estudantes da UFMS, Fernanda Lopes, Laryssa Caetano, Kleomar Carneiro e Catarine Sturza.